Lista de postagem

FERIDAS E COCEIRA NA PELE DO SEU CACHORRO? PODE SER INFECÇÃO…

A infecção de pele do cão (e mais raramente do gato) é uma doença muito comum e as vezes de difícil tratamento, ou seja, muito frustrante…. Essa infecção é conhecida como PIODERMITE CANINA.

Blog_corpo

O culpado dessa doença é uma bactéria considerada uma habitante normal de pele e do pelo do cão, o Staphylococcus intermedius (S. intermedius), e apesar disso ela não é contagiosa, nem para animais nem para as pessoas, ou seja, o seu animal não pegou essa doença de alguém ou de algum lugar e nem vai passar para os outros animais.

Existem inúmeras outras bactérias que vivem na pele do cão incluindo Streptococcus, Corynebacterium, Micrococcus, Proteus, Escherichia coli e certas bactérias que aparecem de vez em quando, incluindo as pseudomonas.

Mas se essa bactéria é normal da pele do cão, por que alguns animais ficam “doentes” com feridas e coceiras e outros não?

Isso acontece por que o crescimento anormal dessa bactéria levando ao aparecimento das feridas, depende da imunidade da pele e da imunidade do próprio cão, além é claro, de outras doenças hormonais, alérgicas, presença de pulgas e carrapatos, umidade, calor, pele muito ressecada, ph da pele etc., que vão fazer com que essa bactéria passe a crescer de forma descontrolada.

Essas feridas parecidas com as “espinhas” comuns em adolescentes podem evoluir para feridas maiores com muita coceira, cheiro ruim e queda de pelos. Normalmente essas feridas se localizam na região dorsal do tronco, axilas, pescoço e barriga.

Raramente encontramos evidências de piodermite superficial localizada na face, nos membros ou nos pés.

O tratamento de piodermite superficial envolve a administração de antibióticos adequados, xampus bactericidas e descobrir e tratar as causas de base. Procure sempre um veterinário!

Fonte: http://petcare.com.br/

Recuperar Senha

Informe um e-mail para receber instruções de como criar uma nova senha.