Lista de postagem

O que é a gravidez psicológica em cães?

Trata-se de um distúrbio hormonal que pode acometer as cadelas não castradas. É uma doença muito comum em que a fêmea desenvolve uma conduta maternal e sinais clínicos sem apresentar uma gravidez. Ela pode agir como se o parto realmente tivesse ocorrido e, com isso, ter um comportamento de proteção e cuidado com a “cria” (com a adoção de objetos ou brinquedos como se fossem seus filhotes) e até produzir leite para amamentar.

Conhecida como pseudogestação ou pseudociese, a gravidez psicológica em cães é uma síndrome que pode acometer até 70% das cadelas pelo menos uma vez na vida. No entanto, os sinais clínicos e psicológicos podem não se manifestar ou mesmo não serem notados pelos tutores. Isso não quer dizer, no entanto, que a cadela tenha problemas reprodutivos ou de fertilidade.

Sintomas da gravidez psicológica:

Conheça os sinais que a cadela com gravidez psicológica pode desenvolver para que você possa identificar o problema e buscar ajuda:

– Comportamento maternal: adoção de bichos de pelúcia, objetos e até outros animais como se fossem o seu filhote; montar o ninho na caminha e com o cobertor como se estivesse esperando a ninhada; carinho excessivo com o “filhote”.

– Alterações psicológicas: inquietação, irritabilidade, agressividade ou depressão.

– Alterações físicas: aumento e lambedura constante das mamas, dor nas mamas, produção de leite ou secreção esbranquiçada nas mamas, aumento abdominal, ganho de peso, secreção vaginal e falta de apetite.

Os sinais ocorrem durante o período de ação dos hormônios responsáveis pela gravidez psicológica em cães e, por isso, podem durar até duas semanas. Esses sintomas podem ser confundidos com os de uma gravidez verdadeira. Por isso, é sempre importante procurar o médico veterinário para ter uma melhor orientação do que fazer.

Por que ocorre a gravidez psicológica?

No cio (algo como o período menstrual nas mulheres) as cadelas ovulam e algumas desenvolvem alterações hormonais. Ainda não se sabe ao certo as causas que levam à gravidez psicológica em cães, mas muitos veterinários acreditam que há uma queda mais rápida do que o normal na concentração do hormônio progesterona, seguido pelo aumento nas concentrações de um outro hormônio chamado prolactina.

A progesterona se mantém alta durante a gestação da cadela e, na falsa gravidez, ele também se manterá alto, mas ocorrerá uma rápida queda associada à sensibilidade da cadela ao aumento da prolactina. Esse hormônio será responsável pela produção de leite e pelo comportamento maternal, mesmo sem a cadela estar prenhe.

Tratamento e Prevenção

O veterinário irá orientar o tratamento mais adequado para a cachorra assim que diagnosticar a gravidez psicológica. No entanto, na maioria dos casos, os sinais clínicos se resolvem em semanas sem a necessidade do uso de medicamentos. Em alguns casos, o veterinário poderá recomendar o uso de medicamentos que inibem o hormônio prolactina, ansiolíticos e outros.

Mesmo assim, alguns cuidados são importantes:

– Evitar que a cadela fique lambendo as mamas com o uso do colar elizabetano (o famoso abajur);

– Castrar para evitar a recorrência do problema, além de outras enfermidades como a piometra (infecção bacteriana no endométrio devido a um prolongado estímulo hormonal), a mastite (infecção da mama) e o câncer de mama;

– Cuidados com o pet, como respeitar o estado emocional e o seu espaço, além de oferecer muito carinho.

 

Fonte: https://love.doghero.com.br/

 

Recuperar Senha

Informe um e-mail para receber instruções de como criar uma nova senha.