Lista de postagem

Conheça as melhores raças de cães de guarda do Brasil

Cães de Guarda não são sinônimos de animais agressivos

Há muito tempo que os cães nos acompanham, sempre com qualidades como fidelidade, lealdade e companheirismo. Não é à toa que são chamados de “O melhor amigo do homem”. E além de companhia, o cachorro sempre ajudou na proteção, afastando intrusos e guardando posses e território. Algumas raças de cães tem estas características naturais de proteção: são os cães de guarda. Ao contrário do que se pensa, estas raças são dóceis com sua família e com treinamento adequado, tem um comportamento equilibrado, sabendo distinguir a hora de trabalhar e a hora de brincar.

Conheça as raças de cães de guarda mais populares no Brasil.

Pastor Alemão:

Como o nome diz, é originário da Alemanha e estrela de inúmeros filmes e séries policiais (Rin Tin Tin, K9 etc). É um verdadeiro cão de guarda, ótimo para pastoreio e para trabalhos. São cães confiantes e destemidos, extremamente inteligentes e rápidos para aprender comandos. São também os cães mais usados pela polícia. Trata-se de um animal forte, corajoso, perspicaz e alerta. Possui aguçado senso de proteção e é facilmente adestrado para o seguro convívio familiar, principalmente em casas que recebem muitas visitas. Quando bem treinado, é um ótimo companheiro para esportes, brincadeiras e para o dia-a-dia.

 

Rottweiler:

Sua origem remete à Roma Antiga. É um cão da família dos Mastiffs, que era criado para guardar o gado. Já no século XX, o Rottweiler passou também a ser usado em trabalhos policiais, por causa de sua inteligência e coragem. É uma raça extremamente leal a seus donos. Rottweilers são conhecidos por tratar bem estranhos quando devidamente apresentados e aprendem muito rápido. Possui grande instinto de defesa, mas não, necessariamente, é agressivo. Aliás, há muitos exemplares desta raça que são extremamente dóceis e amorosos.

Por ter muita energia, é um ótimo cachorro para pessoas que gostam de esportes ao ar livre como trilhas e trekking. Inclusive, para ter seu temperamento equilibrado, este cão precisa de exercícios físicos constantes. Além disso, um adequado treinamento, como ocorre com todos os cachorros, costuma ter bons resultados;

 

Doberman:

Originário da Alemanha, este cão é muito esperto e elegante. Possui ótimo olfato e perspicácia, sendo uma raça muito utilizada como cão policial. Se bem treinado, tende a ser fiel ao dono, educado e companheiro da família. Não é um bicho agressivo (se esta característica não for estimulada), porém é alerta e esperto, sabendo guardar a segurança dos seus donos.

Gosta de “trabalhar”, por isso é ótimo em tarefas de guarda, salvamento, perseguição e terapia. É um cão forte e corajoso cujas capacidades são surpreendentes.

 

Bullmastiff:

Combinação entre o Bulldog e o Mastiff, dois cachorros ingleses de guarda, esta raça é conhecida por sua força física, os instintos de proteção e lealdade familiar extrema. Por misturar as melhores características de seus antecessores, este cão tem ótima força e agilidade,. O Bullmastiff pode ser incluso perfeitamente na vida familiar, além de servir como um guardião do lar.

Trata-se de um animal companheiro, que gosta de exercitar-se e dócil com a  família. Cães desta raça estão sempre alertas e com treinamento orientado, saberão a hora certa de afastar pessoas não desejadas.

 

Boxer:

Possui ótimo ouvido e consegue detectar qualquer ameaça. Além disso, é um cão forte e de aparência robusta, o que, por si só, afasta intrusos. Sua origem é alemã e remete ao fim do século XIX.

Possui ótima capacidade de ataque e mandíbula forte. Pode ser treinado para o convívio familiar e até para a presença de estranhos. Como todo cão de maior porte, precisa de exercícios mais vigorosos e um local amplo para permanecer, não sendo adequado a apartamentos pequenos.

 

Como ocorre com todos os animais, o dono de um cão de guarda precisa estar sempre atento ao temperamento e costumes de seu animal, principalmente no caso de visitas e passeios.

É importante lembrar também que, apesar da aparência intimidadora, os cães de guarda precisam de amor e cuidados. Muitas destas raças gostam de sociabilizar-se, apesar do instinto de proteção. Por isso, o treinamento e educação são os melhores caminhos para que seu cão de guarda seja um excelente companheiro.

Lembre-se: cão de guarda não é sinônimo de bicho agressivo.

 

Fonte: Tudosobrecachorros

 

Recuperar Senha

Informe um e-mail para receber instruções de como criar uma nova senha.